Ressonímetro Grid-dip-meter GDO

Todo montador que é radioamador sempre sonha em ter um ressonímetro em sua bancada. Este também foi meu sonho, iniciei a montagem de um publicado na Eletrônica popular pelo saudoso colega Miécio (SK), aquele do "PINELCICLE", que como muitos projetos daquela época foram para a caixa de projetos iniciados e não acabados...

Depois de trabalhar 2o anos em controle de qualidade, trabalhei por 5 anos no planejamento onde aprendi a seguir uma rota planejada e conforme o filosofo Descartes pregava : "... se você tiver um problema grande para resolver, divida-o em pequenos problemas e resolva um a um ..." comecei a dividir o que eu iria montar em blocos, e a pesquisar na Internet tudo que se referia na teoria, projeto e montagens praticas daquele bloco, a partir destes dados eu executo bloco a bloco sempre medindo e avaliando os resultados.

Quando resolvemos retornar as montagens, decidimos iniciar por aparelhos de medida e um dos primeiros da lista era o ressonímetro.

Pesquisamos na net e nos identificamos com o ressonímetro que está na pagina do Harry SM0VPO, segundo ele, já havia montado diversas unidades com muita satisfação dos proprietários.

O projeto na minha idéia teria que ser simples, com uma boa sensibilidade e uma indicação confiante de freqüência, alem de cobrir a faixa de HF ( de 455kHz a 30MHz). A maioria dos projetos que consultamos pecava pela indicação de freqüência, pois as escalas eram feitas a mão e na melhor forma de calibração o montador utilizava um outro ressonímetro, mas comercial.

A solução veio com o uso em conjunto com um frequencímetro, na época eu já havia montado dois e funcionavam muito bem .

A idéia do Harry de aumentar a sensibilidade do aparelho, colocando ele como um dos braços de uma ponte de Wheastone, me conquistou e eu decidi basear meu ressonímetro na idéia dele.

O circuito básico

Este é o projeto básico do ressonímetro, onde a alimentação (entre 8 a 15 Vcc), o microamperímetro e a indicação de freqüência é externa.

As bobinas foram montadas em diversos tamanhos de formas, preferencialmente de tubos de PVC, adaptamos um soquete tipo Philips, colamos com araldite, cola branca (madeira) ou cola para PVC.

Vejam a foto delas :

Bobinas para o ressonímetro

Atualmente o ressonímetro está assim :

Ressonímetro hoje

Acrescentamos diversas modificações :

  1. Adaptamos um medidor de 1mA com um amplificador transistorizado e uma chave para comutar para um medidor externo.
  2. Adaptamos um conector RCA para adicionar capacitores externos em paralelo ao capacitor variável, para atingirmos freqüências mais baixas.
  3. Adaptamos um buffer externo para utilizar o ressonímetro como gerador de RF, VFO ou freqüência de referencia para medir antenas.

No protótipo montamos capacitores variáveis duplos com dielétrico solido que apresentaram resultados semelhante ao montado com dielétrico a ar.

Uma descrição detalhada, bem como o calculo dos indutores (que dependem do valor do capacitor variável) será descrita em breve.